Dois

Aprendi a deixar a porta aberta. Nem sempre sei que horas ele volta. Não me importa...


Comentários

  1. Perfeito! Autoestima, amor próprio, segurança, confiança em si mesma. Difícil para muita(o)s chegar nesse nível. É claro que imagino que há dias em que a balança chacoalha, mas para quem isso não acontece? Quando a base é boa, o equilíbrio retorna rápido.
    Adorei!

    ResponderExcluir
  2. Adorei. Também não conheço sensorialmente o significado de ciúme. Nunca senti. Mas sempre amei.

    ResponderExcluir
  3. Ai Nanna,
    mais um texto emocionante.
    Yeeeeeeeeeeeeeessssssss!!!
    'Grad-cida
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Estou aqui por indicação da Paula Nigro. E posso dizewr que adorei o texto, uma vez que compartilho da mesma idéia. Também penso assim: estou junto porque quero estar; está comigo porque quer estar.
    Parabéns pelo texto, Ana Paula

    ResponderExcluir
  5. Perfeito !! AMEI !!
    Já compartilhei...
    Bjo lindona

    ResponderExcluir
  6. agora não posso mais ler mesmo, porque já estou soluçando de tanto chorar...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não tem conta Google? Assine, clique em ANÔNIMO e em PUBLICAR. É fácil! Bjooo.

Postagens mais visitadas deste blog

Amar não basta

Para o meu fantasma

Estranha Paz