Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Eu Te Amo

Imagem
Amado filho meu, não temas a dor, não temas o fundo do abismo. Não tens a mais vaga ideia de quem és, embora tua mente minta tanto e tão intensamente sobre o que te espera. É tudo falso, é tudo ilusão, é tudo simulacro,  defesa, necessidade de controle. O universo é amoroso e nele todo ser cabe.


Este texto agora pode ser lido na íntegra no novo livro da Senhorita Safo.  Disponível a partir de 12/03/2016 no site das melhores livrarias.

Sangra Outra Vez

Imagem
Sangra todo mês e se desgasta. Sangra todo mês, inútil. Herança de um bicho que foi. Que desmamava um, concebia outro filhote. Hoje tem (quando tem) um filhote lá pelos trinta e muitos anos. E o útero condenado a este cacoete vazio. Esta dor. Pintar as paredes de vermelho pra jogar fora.


Este texto agora pode ser lido na íntegra no novo livro da Senhorita Safo.  Disponível a partir de 12/03/2016 no site das melhores livrarias.


Atolados na Meta

Imagem
Acabou a sutileza, acabou a delicadeza, acabou a doçura dos contatos nas empresas. Para quem quiser temos metas, metas e mais metas. Estamos economizando no bom dia para alcançar a meta. Dizer bom dia é desnecessário segundo os idiotas disfarçados de defensores da sustentabilidade. Qual é o seu mínimo para existir sem constrangimento? Perguntam os idiotas da sustentabilidade. E te dão um cadinho menos. Vão tirando sua dignidade aos poucos, afinal de contas temos que economizar em alguma coisa para bater a meta e a coisa que sobrou é você. Nada de papel higiênico fofinho.  Estamos caminhando para limpar a bunda com o dedo e lavar na pia que é mais ecológico, berram os urubus da sustentabilidade. Eles estão se lixando para as árvores, eles só não querem que você gaste cinquenta centavos a mais no rolo de papel higiênico.  Este é o crescimento sustentável, o que sustenta a ganância sem fundo do ser humano. Nada mais tem valor. Somos todos comodities. Qual o ser humano mais barato pra fa…

Vota em Mim

Imagem
Não somos otários. Somos espertos. Eleição é uma jogada e o povinho é burro e tirano em sua burrice. E nós queremos o poder. E o povinho não pode ser contrariado. Por isso a gente dá sempre o que ele quer, nunca mais, nunca menos. Se o povinho quer funk a gente não vai fazer concerto de música clássica.  Se o povinho quer futebol, a gente não contraria, a gente arma o circo. Não é que sejamos uns filhos da puta, é que não somos otários, entende? Conhecemos o povinho. E vou te dizer, compadre, o povinho é foda. Eles querem comprar eletrodoméstico, querem ter celular caro, tênis de marca. Eles não querem estudar. Vamos falar a verdade, só estamos eu você aqui, estudar é chato, estudar é um troço a longo prazo, e o povinho quer agora, já. E se eu não der o que o povinho quer, vem outro e dá e ganha o povinho. E nós, do meu partido, não somos otários. Otário dá dura no povinho em ano de eleição. Manda andar de ônibus, economizar água, não jogar lixo na rua, trabalhar em dia de jogo. Otár…