Final Feliz

autor Marc Andre Robinson
Esta noite sonhei-me nua em uma cama abraçada a um homem nu como duas raízes aéreas que avançam debruçadas uma sobre a outra. Não era sexo. Conversávamos. Eu observava pequenas imperfeições na sua pele. Ele me contava as pelejas do dia enquanto me estreitava em seu carinho. Encaixados feito Yin e Yang, eu e o homem éramos flor boiando serena na superfície de um lago. Acordei só, mas acompanhada deste abraço. E entendi nele muito mais do que o homem ideal fora de mim. Acordei sem a necessidade de encontrar um homem que me dê suporte, paz e aconchego. Acordei livre desta busca insana e inútil. Dentro de mim meu masculino abraçava meu feminino: forte e terno como só ele saberá ser. Não se culpavam mais, não se cobravam, não carregavam mágoas e dívidas. Conversavam sobre o dia banal. Pérola preciosa que o inconsciente me deu e não será desperdiçada. Já não espero na murada do castelo. Sou o castelo, o príncipe, a princesa e o final feliz. 
*
Para Nany

Comentários

  1. Insuportavelmente Lindoooooouma vez encontrado este abraço ,nunca mais seremos os mesmos.
    Bjos vera

    ResponderExcluir
  2. Valeu querida. Saudade do seu abraço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não tem conta Google? Assine, clique em ANÔNIMO e em PUBLICAR. É fácil! Bjooo.

Postagens mais visitadas deste blog

Amar não basta

Para o meu fantasma

Estranha Paz