Desce Para o Céu

Amada, acorda para o orgulho que te prende ao lodo. É o orgulho da mãe injetado em sua veia com a seringa enganadora da baixa autoestima. É assim que nascem os orgulhosos: das pisadas que acumulam no ego. Eles se esforçam, estudam, ficam ricos, viram gênios, tornam-se fortalezas humanas e moram em castelos de solidão. Porque não são inteiros.


Este texto agora pode ser lido na íntegra no novo livro da Senhorita Safo. 
Disponível a partir de 12/03/2016 no site das melhores livrarias.


Comentários

  1. Sim, o refugio é jaula de onde, em algum momento, sai o grito de raiva e dor ao mesmo tempo. Um grito libertador que rompe as grades ao desistirmos de algo que nos é importante e nos lançarmos à aventura, talvez ainda mais dolorosa, de descobrir ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor as dores da aventura que o refúgio das jaulas.

      Excluir

Postar um comentário

Não tem conta Google? Assine, clique em ANÔNIMO e em PUBLICAR. É fácil! Bjooo.

Postagens mais visitadas deste blog

Amar não basta

Para o meu fantasma

Estranha Paz