História Emprestada – M.A. e a Fenda

Preciso pegar as fotos da minha adolescência com papai. Esta demanda peremptória me castiga diariamente. São as únicas fotos que tenho da minha adolescência e são ainda do tempo dos negativos. Perdi os negativos. Engraçado, eu que vivo no mundo das imagens, que acumulo, escolho, retalho imagens, eu que sou capaz de me sentar feito galinha sobre um rolo de negativos e cuidar dele amorosamente, ferozmente, perdi os negativos da minha adolescência...


Este texto agora pode ser lido na íntegra no novo livro da Senhorita Safo. 

Disponível a partir de 12/03/2016 no site das melhores livrarias.


Comentários

  1. Que lindo!!! Então esse vazio existe mesmo para os outros. Pensei que era somente comigo que rasguei as fotos de minha adolescência, porque sempre me achei gordo. Hoje continuo gordo e sem registros de minha dessa parte da vida.
    CN

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não tem conta Google? Assine, clique em ANÔNIMO e em PUBLICAR. É fácil! Bjooo.

Postagens mais visitadas deste blog

Amar não basta

Para o meu fantasma

Estranha Paz