Namorados Não Há

Ontem foi dia dos namorados. Dia de pranto e lamento por namorados que não há. Amigas queridas vagam solitárias num cotidiano frio sem chamegos, cansadas da busca em vultos escorregadios, fustigadas pelo tempo apressado. E eu, que amo cada uma, que conheço seus defeitos, caio de joelhos com elas diante da esfinge indecifrável: onde estão os namorados?..

Este texto agora pode ser lido na íntegra no novo livro da Senhorita Safo. 
Disponível a partir de 12/03/2016 no site das melhores livrarias.


Comentários

  1. Nanna, texto incrível, extraído da alma.
    Parabéns!
    Renata Botene Pacheco

    ResponderExcluir
  2. Entendi, Nannu. Entendi!
    Paula.

    ResponderExcluir
  3. Coisa linda! Uma delícia...
    Beijo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não tem conta Google? Assine, clique em ANÔNIMO e em PUBLICAR. É fácil! Bjooo.

Postagens mais visitadas deste blog

Amar não basta

Para o meu fantasma

Estranha Paz