Por Todos que Estão em Nós

Dentro de nós uma assembleia interna. Não somos um, somos muitos. Basta silenciar, fechar os olhos e esperar que eles aparecem. Os personagens. Eles atuam por nós, nos representam. Somos a sua peça. Fomos construindo um a um com retalhos e botões e cacos da nossa passagem pelo mundo...

Este texto agora pode ser lido na íntegra no novo livro da Senhorita Safo. 
Disponível a partir de 12/03/2016 no site das melhores livrarias.



Comentários

  1. "revezam-se e coabitam..."
    Excelente texto!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Qual delas escreveu este texto? Nice to meet you! Pois essa deve ser uma das você que não conheço ainda, mas já gostei muito do modo como ela se percebe por inteiro. Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem escreve é Safo. Safo é a passagem, o canal, a voz de todas.

      Excluir
  3. Querida Nanna,
    Quanta luta, erro,acerto e descoberta é a nossa vida...Mas é por isso que vale a pena. Um vida que não alcança nem um pingo de sabedoria, é desperdício. Parabéns pelo bom uso do povo que em você habita!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto...somos todas essas e muitas outras, com pequenas diferencas porque temos historias diferentes...quando compartilhamos, descobrimos que ha muitas como nossas muitas mulheres em muitas outras, rsrsrs...o problema eh que nos nao as percebemos se nos nao as trabalhamos pra valer, mas eh claro que somos as ultimas a saber da existencia de todas elas, porque todos a nossa volta na verdade ja sabiam, ja conviviam e suportavam todas essas nossas mulheres...rsrsrs! Parabens pelo texto! Lindo! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buraco, buraco, só uma mulher pra ser buraco. Tudo cabe, tudo falta! Obrigada.

      Excluir
  5. Muito bom, Nanna! É tudo isso e mais um pouco. Bom ser mulher, não? beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom ser muitas quando a gente vai descobrindo cada uma.Beijoca.

      Excluir

Postar um comentário

Não tem conta Google? Assine, clique em ANÔNIMO e em PUBLICAR. É fácil! Bjooo.

Postagens mais visitadas deste blog

Amar não basta

Para o meu fantasma

Estranha Paz