Pequeno Efeminado

Aos seis anos o menino é definitivamente efeminado. Não se pode chamar de gay, uma vez que a pequena criatura ainda não fez sua opção sexual...


Comentários

  1. Kiki Davis Cataldi13/2/12 14:19

    Adorei seu texto.... sensível sem ser piegas, parabens!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Kiki pela presença. Beijo safado.

      Excluir
  2. Entre um email tenso, uma planilha e um formulário meio preenchido, me deparo com o seu texto lindo, enquanto o dia começa tão nublado qto as cores de amanhecer que invadem nossas almas reprimidas e, ainda assim, repressoras...

    ResponderExcluir
  3. Fabiana Aparício22/2/12 12:44

    Nanna querida, busquei seu texto após nossa conversa na festinha...coincidências à parte, tenho pensado muito nesta questão de repressão, que sua amiga colocou...como é difícil nos desprendermos desse comportamento, não é? Mais uma vez, adorei seu texto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabi, ontem falamos com Celina sobre um casal de amigos homossexuais. Falei com ela que a gente escolhe quando cresce se quer namorar menino ou menina. Ela riu. E não doeu nada em mim. Acho que realmente não me importo. Mas só acontecendo pra gente saber, né? Obrigada por ler. Bjooo

      Excluir
  4. Anônimo5/3/12 21:56

    Oi Senhorita Safo,

    Seu texto lindo me colocou lágrimas em meus olhos. Eu fui um menino efeminado e hoje sou um rapaz efeminado. Quando eu era criança, eu saía na rua com a bolsa de minha mãe e por vezes colocava alguma de suas roupas. Sabe, eu fazia aquilo sem pensar. Eu não conhecia a maldade do mundo. Eu apenas era eu. Comecei então a ser xingado na rua por ser efeminado e até hoje as pessoas me xingam. Minha vida é que nem um inferno. O mundo é muito mau para mim. :'(
    Sou um cara sensível, delicado e admito que adoraria ser uma menina. Sonho com esse mundo que você fala no post: sonho no dia em que em algum lugar eu poderei ser eu em um belo vestido, maquiado, livre, solto e feliz. Lá Deus vai me amar do jeito que eu sou. *

    Obrigado por "escutar" esse meu desabafo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caríssimo, procure bem procurado a delícia de ser quem você é. Este homem menina que assusta tanto. E tenha pena, e perdoe estes que xingam porque ficamos agressivos quando não damos conta. Para todos, afeminados ou não, haverá poucos que nos amam de verdade e verdadeiramente valem a pena. Para mim sua menina é bem vinda. Beijo.

      Excluir

Postar um comentário

Não tem conta Google? Assine, clique em ANÔNIMO e em PUBLICAR. É fácil! Bjooo.

Postagens mais visitadas deste blog

Amar não basta

Para o meu fantasma

Estranha Paz