Anti-Prático

Ai que saudade de ter amigos por perto. Pessoas com quem nos encontramos para resolver absolutamente nada. Gente sem propósito útil na engenhoca produtiva moderna. Tipos que nos distraem. Que saudade das relações não funcionais. Aquele sujeito com quem não trabalho, não me casei, que não pari, não me pariu e mesmo assim merece algumas horas do meu dia. Amigo. Parece que a idade vai nos tornando profissionais demais para ele.  Nosso cotidiano cheio de responsabilidades só tem espaço para pessoas obrigatórias. Amigo é pessoa despropositada, não cabe na nossa agenda adulta. Sequer damos um telefonema. Porque daríamos um telefonema sem meta clara, sem necessidade objetiva? Telefonar pra dizer oi, como é que vai? Impensável em tempos de agendas sincronizadas entre celulares e notebooks e desktops. É triste mas amigo ficou anti-prático. Perturba a programação cotidiana.  Amigo não é prioridade e vivemos atolados em urgências. Seguimos rodando feito vaca no meio do ciclone e esquecemos daqueles momentos únicos, impagáveis, desopilantes, dionisíacos, de se perder em conversas fiadas, fofocas atualizadas, memórias resgatadas, risadas e risadas que são os encontros com os amigos.  Talvez uma demissão, um pé na bunda da pessoa amada, os filhos que de repente vão embora, nos façam olhar para o canteiro de amigos não regados. Eu sigo tramando cafés, almoços, como armadilhas de pegar amigos. Não é fácil mas, quando pego um ou dois, é absolutamente renovador.
*
*
*

Comentários

  1. Adorei! Está faltando o nada.

    ResponderExcluir
  2. Jussara Gonçalves9/3/11 14:30

    Gosto do que escreve Nana. Não porque escreve bem, mas porque além disto, pensa e sente o que escreve.
    Beijo, Jussara.

    ResponderExcluir
  3. A propósito, vamos tomar um café? beijos, Sandra

    ResponderExcluir
  4. Cris |(PIna)10/3/11 12:58

    Amei !!! É extamente isso a correria que mata ... mas eu sempre procuro cultivar essa relação, para a saúde feminina é fundamental, desopilar com minhas amigas.
    Obrigada Nanna, vc sempre escreve o que a gente quer dizer ... Beijos Mil
    Pina

    ResponderExcluir
  5. Eita que o café nosso hoje rendeu, hein?
    Me fez um bem danado di bão!
    É sempre um presente estar com você!
    Beijo!
    :o)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não tem conta Google? Assine, clique em ANÔNIMO e em PUBLICAR. É fácil! Bjooo.

Postagens mais visitadas deste blog

Amar não basta

Para o meu fantasma

Estranha Paz