Planeta




Amar o vento
que empurra a água
em salgadas marolinhas

Amar a água
que empurra a folha
tal qual barquinho

Amar a folha
que desgruda da água
carregada pelo vento

Amar o vento
que acaricia a Terra
em seu espetáculo diário.
*
*
*

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Amar não basta

Para o meu fantasma

Estranha Paz