A Hora do Sim

As esposas de hoje, pobrezinhas
Não são tão antigas para serem felizes
Nem tão modernas para serem sozinhas
*
*
*

Comentários

Postar um comentário

Não tem conta Google? Assine, clique em ANÔNIMO e em PUBLICAR. É fácil! Bjooo.

Postagens mais visitadas deste blog

Amar não basta

Para o meu fantasma

Estranha Paz