No Capô

Eu tinha uns sete anos e íamos para o sítio. Quando começava a estrada de terra,  meu pai me deixava subir no capô da Rural e ir sentada lá, tomando vento na cara...


Comentários

  1. E como conversávamos na festa na casa de uma amiga há algum tempo atrás... Haja fluoxetina para lidar com toda esta neura... Sua eficácia tbém já foi comprovada cientificamente... Amei esta postagem, tenho pensado muito nessas questões ultimamente ! Bj

    ResponderExcluir
  2. Dani Smith1/7/10 15:05

    ah, que lindo... que seja para sempre, com certeza será!.... E que a subversão possa encontrar suas brechas...e a gente tenha sabores de, ou melhor, experimente e conheça, liberdade, força, alegria, vida!!!! Sou uma vítima do medo que este mundo planta nas nossas almas e tenho buscado sempre as minhas formas de subverter isso!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não tem conta Google? Assine, clique em ANÔNIMO e em PUBLICAR. É fácil! Bjooo.

Postagens mais visitadas deste blog

Amar não basta

Para o meu fantasma

Estranha Paz